segunda-feira, 27 de maio de 2024

Policiais Militares São Roubados e Torturados Psicologicamente em Cascavel

Na noite da última sexta-feira (24), dois policiais militares foram vítimas de um assalto em Cascavel, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Durante a ação criminosa, os PMs tiveram suas armas de fogo roubadas e foram amarrados e torturados psicologicamente pelos agressores.

Detalhes do Incidente
O incidente ocorreu por volta das 22h50, quando um soldado e um cabo da Polícia Militar do Ceará (PMCE) trafegavam em uma motocicleta que apresentou problemas mecânicos em uma estrada carroçável em Cascavel. Segundo informações de uma fonte da PMCE, cinco homens encapuzados abordaram os policiais, subtraindo duas pistolas Ponto 40 com dois carregadores, totalizando 30 munições, além dos celulares e a identidade funcional de um dos policiais.

Ao descobrirem que as vítimas eram policiais, os criminosos os levaram para um matagal, onde os amarraram e os submeteram a tortura psicológica. Após alguns minutos, os policiais conseguiram se libertar e procuraram ajuda.

Ação Policial e Prisão do Suspeito
Uma equipe do Comando de Policiamento de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio) foi acionada para auxiliar na ocorrência. Os policiais rastrearam o celular de uma das vítimas e localizaram um homem em posse do aparelho no bairro Planalto Ayrton Senna, em Fortaleza. O suspeito, identificado como Antônio Rafael Rocha do Nascimento, de 38 anos, foi preso em flagrante.

Histórico Criminal do Suspeito
Antônio Rafael Rocha do Nascimento possui um extenso histórico criminal, com passagens pela polícia por furto qualificado, furto simples, tentativa de furto, roubo, dano, sequestro, cárcere privado e receptação.

Declaração da Polícia Militar
A Polícia Militar do Ceará confirmou a ocorrência e a prisão do suspeito. Em nota, a Corporação afirmou: "O suspeito foi apresentado no 13º Distrito Policial e autuado por roubo, após ser flagrado em posse de um smartphone pertencente a uma das vítimas."

Investigações em Andamento
As autoridades estão realizando diligências para identificar e localizar os demais envolvidos no crime. A PMCE solicita que qualquer informação relevante seja reportada através dos números 190, 181 (Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social), ou pelo WhatsApp (85) 3101-0181, que aceita denúncias via mensagem, áudio, vídeo e fotografia.

Este incidente ressalta os riscos enfrentados pelos policiais no desempenho de suas funções e a importância de uma resposta rápida e eficaz por parte das forças de segurança para garantir a justiça e a segurança pública.